Ninguém questiona as necessidades de Angola em infra-estrutura e habitação. E, em comparação com muitos outros países da região, os níveis de investimento do país em actividades de construção são impressionantes. O que questionamos neste estudo é se o governo recebe o retorno do investimento (“value for money”) nos seus muitos projectos de construção. De facto, uma cultura de pouca transparência em torno de decisões do governo origina suspeitas de conluio e corrupção e facilita este tipo de problemas. Melhor governação do sector da construção pode conduzir a mais e melhor infra-estrutura, bem como ao aumento da confiança popular no governo.